Homer Simpson brasileiro lutava boxe tailandês e apresentava jornal esportivo

DubladorCarlos Alberto Vasconcellos da Silva, 43 anos, é o mais novo Homer Simpson do Brasil. Dublador do personagem no primeiro longa-metragem da série, sua voz estará nos cinemas no dia 17 de agosto, quando o filme estréia por aqui. Antigo fã da família amarelada, se refere a sua mulher como “a minha Marge”, tem bonecos de pelúcia dos personagens, um rádio com a cabeça de Homer e relembra velhos episódios com facilidade. E se diz fã de seu antecessor, Waldyr Santanna, que praticamente imortalizou a voz do personagem entre os brasileiros.

“Eu tinha um programa na Rádio Cidade [do Rio de Janeiro] e uma vez a gente levou o Waldyr Santanna. A gente se divertiu muito. Não fazia a menor idéia de que um dia eu faria o Homer”, lembra Carlos Alberto. “Sempre amei a série.”

Em um meio no qual apenas as vozes são famosas, nunca o dono delas, Waldyr Santanna é quase a única exceção à regra. Graças à popularidade de Homer Simpson – e também graças a sua habilidade em dar uma voz que casou perfeitamente com o personagem – Santanna angariou admiradores e se tornou uma celebridade entre os fãs da série. Fóruns na internet até hoje cobram a volta de Waldyr ao desenho, do qual saiu duas vezes, ambas depois de brigar com a Fox, dona dos direitos dos personagens.

Depois de um dublador do qual até Carlos Alberto, como bom fã, não se exime de criticar – “Não era um apaixonado pela série” – a tarefa recaiu sobre ele próprio. Dublador desde 1985, já fez vozes famosas, como a do Senhor Incrível na animação “Os Incríveis”, da Pixar, mas ganhou notoriedade apresentando o Sportv News, do qual deixou o comando há pouco tempo, e o Premiere Combate, programa que vai ao ar nos sábados à noite e mostra lutas de Vale Tudo em campeonatos nos Estados Unidos, Brasil e Japão. Carlos Alberto já treinou jiu-jitsu com o lutador Marco Ruas e chegou a competir no circuito carioca de boxe tailandês.

Dublador do HomerApesar de tais credenciais, Carlos Alberto tem mais a ver com Homer Simpson do que com Vanderlei Silva. Tem um sorriso bonachão que lembra o do redondo comedor de rosquinhas. E, o mais importante, sua voz possui um tom parecido com o de Dan Castellaneta, o ator que dubla o Homer americano há 20 anos. “Recebi uma carta do pessoal da Fox americana dizendo que minha voz foi a que mais se aproximou da original entre todas”, diz, sem disfarçar o orgulho.

Dublador graças ao amigo Garcia Jr. – que o leitor deve conhecer por ter feito as vozes de ninguém menos que McGyver, He-Man e Schwarzenegger – estava afastado do meio por causa dos compromissos na TV. Mas pediu a Garcia “pelo menos uma ponta” no filme dos Simpsons. Acabou com o papel de Homer, não só no filme, como também no seriado. “A Globo já pediu para eu refazer 20 episódios da 18ª temporada.” Por ironia do destino, Carlos Alberto refez as vozes gravados pelo ídolo Santanna.

Fonte: G1

%d blogueiros gostam disto: