Lenda do boxe, Frazier inspirou Rocky, esteve em Simpsons e foi até astro de games

UOL Esportes

Joe Frazier morreu na madrugada desta terça e encerrou uma história de muito sucesso esportivo. Campeão olímpico e mundial, protagonista de algumas maiores lutas do boxe e lenda dos ringues, ele também fez sucesso como pop star. Apesar de ter sofrido com problemas financeiros após a aposentadoria, ele inspirou o personagem Rocky, esteve entre os Simpsons e foi até astro de games de sucesso.

A importância de Frazier fora dos ringues se deve ao que ele fez sobre eles. O norte-americano foi campeão olímpico dos pesos-pesados em 1964, em Tóquio, e ganhou seu primeiro título mundial em 1970, contra Jimmy Ellis.

Seus grandes momentos, no entanto, foram contra Muhammad Ali. Ele quebrou a invencibilidade do rival em 1971 e só perdeu o cinturão dois anos depois, contra ninguém menos que George Foreman. Sua tentativa de retorno ao topo do mundo se deu de novo contra Ali.

Frazier encarou um dos maiores boxeadores da história em 1974 e perdeu. A rivalidade entre os dois aumentou. Ali chamava o adversário de “Uncle Tom”, gíria pejorativa usada para negros que supostamente se submetiam ao domínio dos brancos.

A decisão entre eles aconteceu nas Filipinas, em Manilla. O combate sangrento terminou com uma vitória apertada de Ali que depois viraria um documentário sobre a rivalidade entre os dois: “Thrilla in Manilla”. Depois disso, Frazier ainda perderia de novo para George Foreman e faria uma luta de despedida em 1981 contra Floyd Cummings.

Sua história, ou parte dela, foi parar no cinema. Frazier foi um dos vários boxeadores (como Rocky Graziano, George Foreman e o próprio Ali) que inspiraram Sylvester Stallone a criar o personagem Rocky, do filme homônimo que ganhou o Oscar de Melhor Filme em 1976.

O treinamento de Rocky Balboa na Filadelfia, cidade americana onde Frazier desenvolveu seu talento no boxe, é a maior relação com o pugilista da vida real. Frazier conta que o treinamento nas escadas do museu da cidade e os socos em grandes pedaços de carne fizeram parte da sua preparação. Ele reclama, no entanto, de nunca ter sido pago por isso.

“Ele nunca me pagou por nada disso no meu passado. Eu só fui pago pela minha pequena participação. Rocky é uma história triste para mim”, disse Frazier ao inglês Guardian. Ele esteve no primeiro filme em uma ponta, interpretando ele mesmo antes de uma luta entre Rocky e Apolo Creed.

O rival de Balboa, aliás, foi inspirado em Ali. As provocações contra todos os oponentes, especialmente Frazier, levaram Stallone a criar o falastrão que vestia as cores dos Estados Unidos nos ringues. Os dois chegaram a fazer piada sobre isso na premiação do Oscar.

Frazier, por sua vez, voltaria aos holofotes na década de 1990 com os Simpsons. Na sua primeira participação no desenho animado, ele bateu no bêbado Barney enquanto ele bebia na taverna do Moe, famoso bar de Homer Simpson. Depois, ele faria uma segunda passagem pela série já nos anos 2000.

O pugilista também foi estrela nos games. Ele esteve presente em toda a série Fight Night, da produtora EA Sports, que montou games de boxes reunindo astros de diversos períodos, como Mike Tyson e Tommy Morrison.

Nem tudo, no entanto, garantiu estabilidade financeira para o lutador. Frazier chegou a processar seus parceiros comerciais, desperdiçou muito dinheiro e reclamou por não ter ganho como Muhammad Ali e George Foreman, seus contemporâneos mais famosos.