Humor é usado de maneira inteligente para realizar críticas sérias

O famoso e polêmico artista de rua britânico Banksy foi convidado pela produção de Os Simpsons para realizar uma das aberturas do desenho animado. É a primeira vez que um artista consagrado é convidado para colaborar no programa. O resultado é tão contestador e político que não dá para entender como a conservadora 20th Century Fox permitiu sua exibição ontem, 10 de outubro, nos EUA.

Confira abaixo – são quase dois minutos de um discurso sobre a exploração da mão de obra barata na produção da própria série e seus produtos (recentemente foi revelado que parte da animação deOs Simpsons é realizada na Coréia do Sul, onde animadores recebem 1/3 do salário que receberiam nos EUA). O humor, claro, não foi esquecido, com pandas escravizados, gatinhos fofos usados como recheio de pelúcias e até um unicórnio decrépito sendo usado para fazer os furos dos DVDs.

“Isso é o que você ganha quando terceiriza”, brincou o produtor de Os Simpsons Al Jean sobre a abertura.

A série está atualmente em seu vigésimo sexto ano. “MoneyBart“, o episódio que contou com a participação de Banksy, da 22 temporada, terceiro desta temporada.

%d blogueiros gostam disto: