Artigo assinado por Maggie Simpson é aceito por revistas científicas dos EUA

thumb-66176-maggie-resized

 

Um artigo assinado por Maggie Simpson e Edna Krabappel (a professora da Escola Elementar de Springfield) foi aceito por duas publicações científicas dos Estados Unidos.

Obviamente, nenhuma dessas personagens de Os Simpsons realmente escreveu o artigo, intitulado “Configurações Difusas e Homogêneas”.

O texto foi enviado pelo engenheiro americano Alex Smolyanitsky com a intenção de expor os critérios duvidosos de aprovação de duas publicações científicas do país: o Journal of Computational Intelligence and Electronic Systems e o Aperito Journal of NanoScience Technology.

De acordo com Smolyanitsky, as publicações fazem parte de um grupo de revistas científicas que publicam qualquer artigo por uma determinada taxa, sem realizar a verificação científica entre os pares, como qualquer revista científica deveria fazer.

Quando o engenheiro recebeu um e-mail das revistas oferecendo a publicação dos artigos, enviou um texto escrito por uma ferramenta da internet que gera textos aleatórios, além de inventar uma instituição de ensino que não existe na realidade.

Uma das publicações “científicas” aceitou o artigo, enquanto outra demorou um mês para publicá-lo — desde então, ela envia semanalmente a Smolyanitsky um recibo de 450 dólares, como taxa pela publicação.

O caso acontece semanas após uma outra publicação científica aceitar um artigo escrito inteiramente com a frase “”Get me off Your Fucking Mailing List”, um protesto do autor pela quantidade de spam que recebia da revista.

Fonte: INFO

%d blogueiros gostam disto: