O rescaldo das eleições nos EUA imaginado pela animação Os Simpsons

Dessa vez a família não previu nada, no entanto, um episódio que retrata as eleições americanas causou barulho nas redes sociais

0
72
Cena do especial de Halloween de Os Simpsons - Divulgação / FOX

O especial de Halloween da 32º temporada de Os Simpsons, tem gerado muita repercussão nas redes sociais. Intitulado de Treehouse of Horror XXI, o episódio que foi ao ar no último dia 1 de novembro, retrata as eleições à presidência dos Estados Unidos.

Suposta previsão

Diferente das outras vezes em que Os Simpsons misteriosamente previram o futuro, dessa vez, a exibição foi planejada, pois a eleição entre Donald Trump e Joe Biden atualmente encontra-se em andamento. E  como os Simpsons retrataram a pandemia do novo coronavírus (que não é novidade), a gravação fez mais barulho ainda entre os fãs do seriado.

O episódio em questão retrata as eleições, e começa com Marge ligando para seu marido, Homer. Ela, que já está na fila da votação, liga para o companheiro, com o intuito de convencê-lo a votar. Em seguida, Homer se depara com a urna, que exibe na tela 50 motivos para não votar em Donald Trump. Assim, o personagem se depara com momentos em que o político elogiou um grupo supremacista e sugeriu que mexicanos eram estupradores.

Especial de Halloween de Os Simpsons / Crédito: Divulgação / FOX

Entretanto, na cena seguinte, o personagem acorda do sonho e percebe que perdeu a hora da votação. A partir disso, um futuro distópico é apresentado pela animação. Springfield seria afetada por um apocalipse após as eleições.

Repercussão nas redes sociais

No Twitter, Os Simpsons está entre os assuntos mais falados do momento. Como o desenho já fez previsões curiosas, os fãs da série demonstraram preocupação nas redes.

Cena do apocalipse do especial de Halloween de Os Simpsons / Crédito: Divulgação / FOX

Muitos internautas afirmaram acreditar que o episódio pode ser um sinal do que acontecerá após o resultado das eleições. Outros usuários da plataforma disseram, ainda, que poderia ser uma previsão sobre os rumos da política dos Estados Unidos no próximo ano.

Confira abaixo alguns dos tweets brasileiros sobre o assunto: