Os Segredos de Springfield

Matt Groening, o cartunista criador da série, escreveu na introdução do Complete Guide, o Guia Completo de Episódios: “Os Simpsons é um desenho que recompensa a quem presta atenção”. Ele está coberto de razão: em cada capítulo, dá para esmiuçar dezenas de piadas escondidas, referências a filmes e personagens históricos, mensagens cifradas e maluquices que só dá para perceber congelando a imagem e avançando a seqüência bem devagar. Nestas páginas, a gente reúne o supra-sumo das “curiosidades simpsônicas”, com dez segredos escondidos na série e outros cinco enigmas sobre a produção do desenho. E olha que essa superlista é só uma amostra das minúcias do desenho. Se Deus está no detalhes – como diz a repetida máxima do arquiteto alemão Ludwig Mies van der Rohe -, Os Simpsons é a série de TV mais próxima da criação divina.

1. Afinal, onde fica Springfield?

Nos Estados Unidos, dãããããã… Mas, sério, é só isso que dá para dizer com certeza. Em qual estado fica o lar dos Simpsons, ninguém sabe. E essa confusão é proposital: o cartunista Matt Groening batizou a cidade de Springfield porque esse é um dos nomes mais comuns de cidades nos Estados Unidos – ao todo, há 121 Springfield no país. No começo do ano, a revista inglesa Maxim entrevistou Marge e bem que tentou arrancar o segredo, mas não conseguiu. “Eu sei o estado onde vivemos. Mas essa eu guardo para a entrevista do 60 Minutes”, despistou ela, referindo-se a um popular programa jornalístico americano.

2. Quanto custa Maggie na abertura do programa?

Você se lembra? Na abertura de cada episódio, Maggie some no supermercado e só reaparece no caixa, dentro de um saco de compras. Nessa hora, a registradora marca 847,63 dólares – só dá para perceber se você passar a introdução bem devagar, avançando quadro a quadro.

3. Quantos empregos Homer já teve?

Segundo o site Portal Simpsons, o gorducho já tentou a sorte em 46 profissões. A oficial é inspetor de segurança da usina nuclear de Springfield, mas Homer já foi alpinista, escritor de biscoito da sorte, mordomo, vendedor de tônico do amor, contrabandista de banha… Para nós, o emprego mais engraçado é o de boxeador: nesse episódio, Homer desafia Drederick Tatum, o campeão mundial dos pesos pesados, entrando no ringue ao som de “Why Can’t We Be Friends?” (“Por que Não Podemos Ser Amigos?”), do grupo War. O brutamontes não se sensibiliza e começa a surra, mas o taberneiro Moe salva o amigo rechonchudo do massacre total.

4. Os Simpsons têm nome do meio?

Três deles têm. Bart se chama Bart Jo-Jo Simpson e Lisa é Lisa Marie Simpson – provavelmente, uma homenagem dos criadores à filha de Elvis Presley, que também se chama Lisa Marie. O grande mistério, porém, era saber o significado do “J” em Homer J. Simpson. O enigma foi desfeito na sétima temporada, quando Homer reencontrou sua mãe. Em um mural que ela pintou, Homer descobre que o “J” é uma abreviação de “Jay” – “jota”, em inglês!

5. Quem é Patty e quem é Selma?

Que as barangas irmãs de Marge são gêmeas e adoram assistir MacGyver você já sabe, né? A diferença é que Patty usa um colar com pedras redondas, não reparte o cabelo e tem brincos em forma de triângulo. Já Selma divide a juba no meio, tem um colar com contas ovais e usa brincos redondos ou em forma de “S”, dependendo do episódio. Selma se casou três vezes, mas Patty permanece solteirona – aliás, dizem que na 16ª temporada ela vai assumir que é homossexual.

6. Qual a idade do sr. Burns?

Nas temporadas antigas, ele tinha 81 anos. Nas mais recentes, ele tem 104 – a gente fica com essa segunda resposta, que é mais atualizada. No episódio “Bilionário por Um Dia”, na 11ª temporada, o homem mais velho de Springfield passa por um check up que revela que ele tem todas as doenças conhecidas pela medicina, incluindo pneumonia, diabete juvenil e gravidez histérica. Só que, como uma anula a outra, ele continua firme e forte – tá bom, nem tão firme nem tão forte, mas pelo menos segue de pé até hoje.

7. Smithers é gay?

Ah, a gente aposta que é. Não há nenhuma referência explícita no desenho, mas o site The Simpsons Archive catalogou 39 trechos em que o secretário particular do sr. Burns entrega a rapadura. Um deles é bem revelador: no desenho “O Ursinho”, da quinta temporada, Smithers imagina o aniversário perfeito, com o sr. Burns saindo pelado de um bolo e cantando “feliz aniversário, sr. Smithers”, com voz sensual. É uma divertida paródia gay de um episódio real: em 1962, a diva Marilyn Monroe cantou para o então presidente Kennedy durante seu aniversário. Só não saiu sem roupa do bolo…

8. Quantas vezes Homer fala “dã!” em toda a série?

Segundo o fã Scott Vivian ([email protected]), simpsonmaníaco o suficiente para contar esse tipo de coisa, até a 15ª temporada o gorducho já soltou 377 vezes essa exclamação. O clássico “dã!” (ou “d’oh!”, no original em inglês), disparado toda vez que algo dá errado, virou mania mundial e ganhou até um verbete de verdade no Dicionário Oxford, um dos mais conceituados da língua inglesa.

9. Quantos personagens já morreram?

Contando participações especiais e animais de estimação, nada menos que 31 personagens já voaram para o céu dos desenhos. A morte mais espetacular foi a de Maude Flanders, esposa do carola Ned, vizinho dos Simpsons, que despencou da arquibancada de um estádio na 11ª temporada. Os produtores decidiram acabar com Maude porque a atriz Maggie Roswell, que fazia a voz da personagem, queria mais dinheiro para continuar a dublagem. Maggie foi para o olho do rua e Maude sumiu das telas.

10. Quais as principais referências ao Brasil?

A maioria aparece quando os Simpsons viajam para cá (veja detalhes sobre esse episódio na página 32). A viagem, você sabe, deu a maior confusão, mas depois os produtores da série continuaram zoando o Brasil. Na 14ª temporada, o palhaço Krusty afirma que o sr. Teeny, seu macaco assistente de palco, tem um tio brasileiro “que foi chefe do escritório de turismo”! E na 15ª temporada Homer que diz gostaria de passar férias de novo por aqui, mas ouviu dizer “que o problema dos macacos piorou”. Tem que levar na esportiva…